Esperada no Brasil, Ford F-150 tem produção iniciada nos EUA

on
Categories: Notícias

A Ford divulgou na última segunda-feira (21), que a picape F-150 teve sua produção iniciada na planta da montadora de Rouge, em Dearborn, nos EUA. Por lá também está sendo construído um centro de veículos elétricos, onde também será produzida uma versão elétrica da picape que chegará ao mercado no final de 2022.

Esperada no Brasil no próximo ano, a F-150 chegará ao mercado norteamericano em novembro deste ano e terá como principais novidades a maior capacidade de reboque e carga útil do segmento. Outra novidade é a atualização “over-the-air”, um novo motor híbrido PowerBoost de 3.5 litros com gerador de energia integrado, o Pro Power Onboard. A intenção é melhorar a autonomia e reduzir o consumo o que coloca este produto no foco do Brasil embora, quando chegar e se chegar, a utilitária deva ter um preço elevado.

No visual, a Ford preparou para a picape 11 desenhos diferentes para a grade frontal, que são alteradas de acordo com a versão escolhida pelo interessado. Os novo faróis agora possuem LEDs nas bordas que se conectam às luzes de neblina, formando uma grande letra “C” no conjunto óptico. Bastante agressiva, a F-150 faz sucesso nos Estados Unidos enquanto a Ranger já não tem muito destaque.

Na parte traseira as lanternas em LED também estão presentes, porém apenas nas versões mais caras da F-150. Por dentro está o grande ponto alto do carro. Fugindo dos padrões de robustez das picapes, a Ford optou por tornar a cabine da F-150 mais sofisticada. Exemplo disso é o painel de instrumentos totalmente digital, com tela de oito polegadas, ou 12,3” dependendo da versão. Já a nova central multimídia com tela de 12”, será de série a partir da versão XLT.

Outro bom destaque do interior e novo banco “Max Recline”, disponível nas versões King Ranch, Platinum e Limited. Com a novidade é possível reclinar os bancos do motorista e passageiro em até 180º formando uma cama bastante útil em viagens.

Ainda nas versões mais luxuosas, a Ford equipou a picape com sistema de som Bang & Olufsen, com dezoito alto-falantes e rádio de alta-definição. Para a segurança e conforto a picape ainda tem piloto automático adaptativo com opção de dirigir sem as mãos, frenagem autônoma de emergência com detector de pedestres e faróis altos automáticos.

Concorrentes

No mercado brasileiro a Ford F-150 terá como concorrente direta a RAM 2500, que já está por aqui desde 2005 quando era vendida na versão SLT. Na época ainda era comercializada como Dodge RAM, porém em 2009 a RAM se tornou marca independente como estratégia de reestruturação do Grupo Chrysler, hoje parte da FCA. Atualmente o modelo é vendido por aqui em versão única (Laramie) com preços a partir de R$ 341.990.

Por aqui a RAM Laramie é comercializada com motor 6.7 turbodiesel de 365cv e 110,6kgfm de torque, associada a uma transmissão automática de seis marchas e tração 4×4 com reduzida.

Já a Ford F-150 tem uma lista farta de motorização nos Estados Unidos. A maior novidade da linha é a estreia de uma versão híbrida, que une motor 3.5 V6 EcoBoost (de potência não revelada) a um elétrico de 47 cv. Essa motorização estará disponível para toda a gama, desde a básica XL até a topo de linha, Limited. Outras opções de motores somente a combustão são 2.7 V6 EcoBoost, 3.3 V6 aspirado, 3.5 V6 EcoBoost, 5.0 V8 aspirado e 3.0 V6 turbodiesel. O câmbio é sempre automático de 10 marchas.

Ainda não há uma data certa para o lançamento da picape no Brasil, porém com a alta do dólar essa estreia pode demorar um pouco mais do que o esperado, já que o modelo será importado dos EUA.

Mercado nacional

Enquanto a Ford não traz a nova F-150 para o Brasil, a montadora trabalha com a Ranger que recentemente ganhou alterações no visual. Os preços da picape por aqui partem de R$ 143.490 na versão XL com cabine simples. As versões com cabine dupla têm preços a partir de R$ 147.090.

Fonte: R7